top of page

Correa Netto - Âncora de Jornalismo da Dinâmica FM de Tanabi

Atualizado: 6 de nov. de 2023

Atualmente está lotado na ALESP, Assembléia Legislativa de São Paulo, como Assessor do Deputado Dirceu Dalben.

ROTEIRO BREVE RELATO DA VIDA PROFISSIONAL DE CORRÊA NETTO


Nascido em Palmeira D"Oeste SP. Hoje atua como Âncora de Jornalismo da Dinâmica FM de Tanabi, SP. Iniciou carreira no início da Década de 1970.


Ator, Dublador, Jornalista e Roteirista.

Desde muito novo, ainda criança, Corrêa Netto sempre se interessou pla comunicação.

Como prova disso, seu irmão mais velho, Antônio Carlos que tocava violão e cantava no Coral da Igreja Católica, tinha um gravador da marca National (Tijolão),para se aperfeiçoar no canto e no violão. Corrêa Netto levou umas boas surras do irmão, porque, gravava na fita de seus ensaios algumas reportagens e cantos de pássaros e outros sons interessantes.


“Tinha na época uns 10 anos e me lembro perfeitamente das vezes que meu irmão me bateu por causa disso”, conta. Logo nos primeiros anos de escola, Corrêa Netto já se interessava pela comunicação, pois, fazia parte das peças teatrais e sempre foi escolhido por aclamação para ser o orador da turma de estudantes.


Aos 12 anos de idade começou a trabalhar como discotecário na extinta Rádio Clube de Tanabi, passando logo aos 13 anos para a sonoplastia e começou a fazer a técnica (Mesa) para os demais comunicadores.

Numa certa ocasião, por volta de 1973, morreu de acidente de trânsito, o prefeito da cidade de nome Pedro Ovídio, era um final de semana e nos programas eram gravados em Gravador AKAI 4.000 Ds em fitas de rolo e como muito curioso que era, soltou em um dos pratos da mesa a música no trompete de Nino Sosso, Il Silênzio, correu para o estúdio e deu a nota de falecimento. O proprietário da emissora chegou logo mais e perguntou quem teria dado a nota e com muito medo de ser mandado para o olho da rua, disse que foi o seu irmão. O dono da rádio pediu que Corrêa Netto solicitasse que o irmão continuasse a dar a informação, “Apesar da vós de taquara rachada”, contou Corrêa.


Aos 16 anos, com a vós de timbre médio/grave, Corrêa Netto já tinha um programa noturno aos finais de semana e como fazia o curso de Arte Dramática na Escola do Renomado Ator e Diretor Marne Barcelos, já iniciava as famosas traduções de músicas românticas Internacionais. Viajou por 2 anos vivendo o personagem Paco da Peça Teatral de Plínio Marcos “Dois Perdidos numa Noite Suja”. Concomitantemente também viveu o personagem Belzebu III na Peça Infantil de Maria Clara Machado a bruxinha que era boa.


Aos 18 anos serviu o Exército Brasileiro e era constantemente solicitado para fazer a leitura da Ordem do Dia. Aos 19 anos já era profissional e trabalhou em 13 prefixos, dos mais variados desde AM à FM. Solicitado para ir trabalhar em emissoras de rádio da capital paulista, fez por 45 dias o programa Show das Madrugadas na Rádio Globo 1.100 KhZ e como estava recém-casado com o filho Netto Corrêa de colo, resolveu voltar para o interior.


Trabalhou em renomadas emissoras de rádio do interior de São Paulo e fixou atenção nas emissoras de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, onde está até hoje.

Desde 2019 está lotado na ALESP, Assembléia Legislativa de São Paulo, como Assessor Parlamentar do Deputado Dirceu Dalben.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page